Modelos

RELACIONAMENTO ABERTO: SERÁ QUE ELE FUNCIONA PARA VOCÊ?

Amor online 630033

Fique atenta! Em novos e modernos moldes, a mídia ainda propaga a ideia de conto de fadas que alimenta o sonho de muitas pessoas. Muitas delas usam aplicativos e redes sociais para encontrar alguém que caiba em seu ideal de par romântico. É aí que mora o perigo. Pois o namoro virtual e o processo insidioso do golpe acontecem em silêncio.

Comentários:

A coleta de dados foi feita por meio de entrevistas semidirigidas - gravadas e, posteriormente, transcritas. Dessa forma, foi possível observar a prevalência de relacionamentos amorosos com pouco investimento afetivo, diante de um investimento narcísico exacerbado. La recolección de datos fue hecha por medio de entrevistas semidirigidas - grabadas y posteriormente transcriptas. Los datos fueron analizados teniendo en cuenta las regularidades y peculiaridades de los discursos, y la discusión e interpretación de los datos se realizaron de acuerdo con la teoría psicoanalítica. De esta formato, fue posible observar la prevalencia de relaciones amorosas con poca investidura afectiva, ante una investidura narcisista exacerbada.

Conteúdo principal

Resumo O objetivo deste trabalho é discutir a heterogeneidade das percepções de jovens sobre os relacionamentos amorosos na contemporaneidade. Para isso, foi usado um referencial teórico das ciências humanas e sociais, e foram realizadas doze entrevistas com jovens de 18 a 25 anos de idade, moradores da cidade do Rio de Janeiro, pertencentes às classes médias. Segundo os primeiros, cabe a cada um escolher a forma relacional que mais o apraz em cada momento da sua vida. Para os demais, é preciso perceber os sentimentos de desrespeito, desconfiança e intolerância que caracterizam muitas das relações, e tentar construir relacionamentos que sejam mais satisfatórios para ambos os parceiros. Resumen El presente trabajo pretende discutir las percepciones heterogéneas de los jóvenes sobre las relaciones amorosas en la actualidad. Para ello se utilizó un marco teórico basado en las ciencias humanas y sociales, y se realizaron doce entrevistas con jóvenes de 18 a 25 años, de familias de clase media de Río de Janeiro. Palabras Clave: amor; relación amorosa; género; juventud; contemporaneidad.

Serviços Personalizados

Que tal debatermos um pouco sobre o assunto e entendermos melhor essa possibilidade, só para evitarmos conclusões apressadas? A liberdade de ser pede o reconhecimento das escolhas — tanto das próprias quanto dos outros. Mas é sempre bom que a mente seja… O que significa estar em um relacionamento aberto? Talvez, nesse ponto esteja a origem de uma série de interpretações equivocadas. Qual modelo, afinal, é o melhor?

Leave a Reply

Your email address will not be published.